<$BlogRSDUrl$>

Cada mirada estrena el mundo

martes, septiembre 07, 2004

Vitalidade

Um poema de Borges
Na tarde de verão
O vinho fresco
Ah, serenidade!
Meu vestido claro
Uvas tépidas na mão
Peixes

Passagem aéreas
O que faço aqui,
irredutível?
Há pouca luz à beira mar
Darkness in our souls

Penso em Joyce sorrindo
Com estrelas no bolso
Beleza, silêncio,
Conhecimento, pulsação

O mar é um tigre
lambendo minhas sandálias
da noite
repleto de pupilas

Desprego a palavra, atônita
para que vague,
apaziguada,
entre estrelas

O que resta de sombra
retiro da íris
como um sus

Ledusha Spinardi

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Directorio de Blog Blogarama - The Blog Directory Listed on Blogwise Blogs México  Bitacoras.com blog search directory Listed in LS Blogs Eu estou no Blog List Web Blog Pinging 
Service
directorio de weblogs. bitadir
Literature blogs Top Blogs

<!-- the ageless project -->

BlogRankings.com
Search this site powered by FreeFind

referer referrer referers referrers http_referer